Um rio nasce do nada, tal como as estrelas são douradas e o fogo é incandescente. A água corre, enrola-se e serpenteia. Da nascente até à foz. A vida inteira.

Para pensar

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Instante



Das histórias que se contam não há nada p´ra esconder
Das memórias que se seguem, os livros não o sabem dizer.
Se, lá no fundo, há retalhos e versos perdidos num homem,
que se pode fazer?!
Não há rasgos de aventura e de emoção para viver
São os olhos que fecham e não se cruzam ao amanhecer
Ditam as fitas o que a sorte pode oferecer.
Já se apagam as luzes ao anoitecer
Lá fora já é hora de se esconder
Perdem-se as horas ao encontro da mulher...

São as ideias mais ternas que um homem tem
São as vitórias que não se contam mas sabem tão bem
São as manias de já julgar ser alguém
mas não resta ninguém...

Das músicas que se ouvem e tocam por aí
Das letras que invento ao pensar em ti,
saberá este mundo de um homem profundo
que se perde assim?!
Não há barcos de ilusão que não passem aqui
São os segredos que se lembram e que senti
Digam as mentiras que procuram e desejam em mim!

Ainda são as palavras que te dizem a todo o momento
dos sons e das imagens que se captam em movimento
mas nada vês nem descobres cá por dentro,
um sentimento!


Alexandre Reis (H11)

6 comentários:

Vera disse...

Um instante lindíssimo e intenso.
A chave é descobrir mais do que dizem as palavras, o que está pala além delas.
Só assim se chega/descobre o sentimento.

Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo poema, muito elaborado por causa das rimas e não só... estas coisas, não parecendo, dão imenso trabalho.
Gostei de ler.
Abraço.

llolamonna disse...

ola moço é por um instante de iluminação sua eu pensei é lindo de mais beijso***

Palavras ao vento disse...

Um belo momomento que me fez deliciar!

Poderoso poema!!

Saber distinguir um poeta não é fácil... E eis que encontro um, neste belo recanto que tanto gosto de visitar!

Beijos querido poeta

Bom fim de semana

Maria

Alexandre Reis disse...

obrigado pelos vossos comentários tão simpáticos. Bem, vá lá, este instante já tem uns tempos no meu "baú" ...
As palavras, enfim, esses conjuntos de letras sonoras, fazem maravilhas.

Luz&Amor disse...

Não há barcos de ilusão que não passem aqui
São os segredos que se lembram e que senti
Digam as mentiras que procuram e desejam em mim.

Sempre quando venho te ler penso: Aqui tem muito de mim. Gosto de suas poesias. Esta é lindíssima.
Beijos amigo e bom findi semana.
Bjs