Um rio nasce do nada, tal como as estrelas são douradas e o fogo é incandescente. A água corre, enrola-se e serpenteia. Da nascente até à foz. A vida inteira.

Para pensar

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Inseguro



Convidas o prazer a morar contigo
avisas o teu mais íntimo amigo
e envolves a etiqueta de inseguro.
Achas demasiado inseguro
adaptares-te a um futuro
e preferes o vértice antigo.
Como nunca sabes se corres perigo
tentas respeitar o código
de um mundo inseguro.

Alexandre Reis (X8)

2 comentários:

LuzdeLua disse...

A vida é mesmo assim. Nunca nos dá certezas. Passando, deixo aqui meu abraço amigo

ParadoXos disse...

estou a saborear este teu lugar. é sempre uma surpresa descobrir novos encantos!

um abraço!

Heduardo